desemprego, Itaboraí fecha mais de 700 lojas e vê violência crescer - Dia News Brasil - Noticias Online e Noticias do Brasil

ULTIMAS

Publicidade

terça-feira, 15 de maio de 2018

desemprego, Itaboraí fecha mais de 700 lojas e vê violência crescer


Cidade de Itaboraí, na Região Metropolitana, a uma situação de decadência econômica e de aumento da violência.

Mais de 700 lojas fecharam. O mercado imobiliário esfriou, e os preços dos imóveis caíram quase 45% nos últimos 3 anos.

Aumento da produção do pré-sal
17 mil desempregados vivem expectativa da retomada de obra do Comperj
Milícias

Avanço das milícias no município, que tem cerca de 230 mil habitantes, segundo o IBGE. A esperança da cidade agora é que a retomada da construção da Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) no complexo traga novo ânimo para a cidade. A previsão da Petrobras é que as obras comecem ainda no primeiro semestre de 2018.

Empresa chinesa Shandong Kerui Petroleum assinaram contrato no valor de aproximadamente R$ 1,95 bilhão. Espera-se que a obra crie 5 mil postos de trabalho na cidade. Atualmente, o número de desempregados estimado na região é de 17 mil.

Petrobras, a construção do Comperj começou a entrar em colapso em 2014, quando teve início a Operação Lava Jato. Naquele mesmo ano, o preço do petróleo no mercado internacional caiu do patamar de US$ 100 por barril para a faixa de US$ 40 por barril. Neste contexto, a Petrobras aumentou suas dívidas e foi obrigada a reduzir expressivamente os investimentos, paralisando totalmente as obras em Itaboraí no fim de 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário