Cármen Lúcia afirma que 'limite físico' dos ministros exigiu suspender julgamento - Dia News Brasil - Noticias Online e Noticias do Brasil

ULTIMAS

Publicidade

sexta-feira, 23 de março de 2018

Cármen Lúcia afirma que 'limite físico' dos ministros exigiu suspender julgamento


Ar na manhã desta sexta-feira (23), que o julgamento desta quinta-feira do pedido de habeas corpus preventivo de Luiz Inácio Lula da Silva foi suspenso devido à "capacidade física" dos ministros e disse não considerar que o ex-presidente tenha recebido tratamento diferenciado do STF.

Depois de mais de quatro horas, os ministros decidiram suspender a sessão e determinaram que o ex-presidente não poderá ser preso antes do dia 4, quando o julgamento será retomado. Na segunda-feira (26), o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que condenou Lula a 12 anos e 1 mês de prisão, julgará o único recurso que questiona a condenação.

Argumentos da PGR e o que alegou a defesa de Lula

Sessão não teve continuidade devido à "capacidade física" dos ministros "para que o julgamento seja justo, sereno, tranquilo".

Condições dos juízes para que, se houvesse uma continuidade e se alongassem demasiadamente, isso sobrecarregaria provavelmente com consequências até pela capacidade física, e teria que ter continuidade na próxima sessão para que o julgamento seja justo, sereno, tranquilo, como tem de ser”, falou.

Neste caso, [o julgamento] foi suspenso exatamente porque as discussões são muito importantes, foram longas no dia de hoje [quinta] e daremos continuidade na primeira sessão subsequente".



FONTE: G1

Essa é mais uma Edição de Noticias Online do Dia News Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário